Tipos de alisamento


alisamentos

Progressiva, escova inteligente, relaxamento… todos esses nomes são procedimentos diferentes mas com um mesmo objetivo: promover o alisamento os fios. Mesmo quando assumir o cabelo natural está em alta, ainda tem gente insatisfeita com o formato do cabelo. E tudo bem se é algo que você faz por você mesma!

Se você é uma dessas pessoas que quer mudar ou quer mais praticidade na hora de cuidar dos fios, explicamos os tipos de alisamentos mais comuns pra você não errar na hora de escolher qual fazer.

Apesar de um ser menos agressivo que o outro, todos mexem com a estrutura dos fios usando a química, então é bom saber que os fios que já estão muito danificados ou já tem química são mais fracos para receber os alisamentos!

ESCOVA PROGRESSIVA

A escova progressiva pode ser feita em qualquer tipo de cabelo. Ela alisa os fios que são ondulados e tira o volume dos fios crespos ou que são armados. Como o nome diz, ela é progressiva e a cada vez que é feita, alisa mais. Ela costumava ter como principal principio ativo o formol, que é um produto muito forte e pode ser prejudicial à saúde. Por isso, as marcas deixaram de usá-lo em sua composição e é nessas que você deve apostar: nada de formol ou da chamada carbocisteína.  Ela dura em média 3 meses antes de precisar ser retocada.

ALISAMENTO DEFINITIVO

Ela é conhecida por vários nomes: escova definitiva, permanente ou alisamento japonês. É a mesma coisa! Os fios ficam totalmente lisos, sem nenhuma curva ou ondulação! Como o nome já diz, o resultado é definitivo e mais permanente do que os outros estilos de alisamento como a progressiva, dando o mesmo efeito “chapinha”. Tem como principal princípio ativo o tioglicolato de amônia e não possui formol. Ela dura em média 6 meses, mas a raiz precisa ser retocada conforme vai crescendo, o que pode acontecer antes desse tempo.

ALISAMENTO INTELIGENTE

A escova inteligente tem a mesma função da progressiva, no entanto os fios podem ser pintados antes do procedimento sem causar quebra dos fios e se quiser, eles podem ser lavados no mesmo dia do alisamento. Isso é possível, porque ele possui a queratina como propriedade hidratante, que deixa os fios mais resistentes. Ela tira o volume, deixando um aspecto liso natural.  Ele é indicado para cabelos com frizz, pro exemplo. É uma opção temporária e pode voltar ao normal em pouco tempo!

RELAXAMENTO

O relaxamento é um técnica para reduzir o volume e definir os cachos deixando o cabelo mais comportado e maleável. Ele mantém o formato e facilita os cuidados. Essa técnica é ideal pra quem não quer alisar por completo os fios, sem deixá-los com um aspecto ‘escorrido’. Os produtos usados em sua composição normalmente são a guanidina, tioglicolato de etanolamina ou tioglicolato de amônia. Ele, como a progressiva, também é um procedimento químico, por isso agride os fios. Por isso é importante cuidar e hidratá-los pelo menos a cada 15 dias! O processo pode ser feito de 3 em 3 meses, aproximadamente.

E aí, já descobriu qual alisamento é mais indicado para seus cabelos? Mas não se esqueça de cuidar dos fios com os produtos certos depois do procedimento! E fique linda como você merece!

Anterior Nova tendência: Blorange
Próximo E-book exclusivo Cosmezi!

Nenhum comentário

Escreva um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *